Notícia

Irmão de deputada Norma Ayub e chefe de Ciretran é solto

Itamar Ayub foi preso em operação que apura fraudes em registros de veículos junto ao Detran

Operação Replicante foi realizada pelo Gaeco
Operação Replicante foi realizada pelo Gaeco
Foto: Divulgação MPES

O chefe da Ciretran de Marataízes, Itamar Ayub Alves, que foi preso pela Operação Replicante, do Ministério Público Estadual (MPES), foi solto na última sexta-feira (16). Ele é irmão da deputada federal Norma Ayub (DEM), que não é investigada no caso.

Itamar foi solto após ter se encerrado o prazo da prisão temporária, de 5 dias, no Centro de Detenção Provisória de Viana 2.

Segundo o advogado e irmão de Itamar, Yamato Ayub, o caso vai correr em segredo de Justiça. "Itamar já prestou depoimento, que foi muito elucidativo, e aparentemente não há nada que o desabone", declarou.

Itamar foi preso em Itapemirim, na operação comandada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Nela, o MPES apura fraudes em registros de veículos junto ao Detran com uso de documentos falsos.

A primeira etapa da operação foi deflagrada no dia 1º, com a prisão de dez pessoas. No último dia 12, mais três pessoas tiveram mandado de prisão cumprido. Não há informações oficiais sobre o motivo da prisão de Itamar.

Ver comentários