Notícia

Bolsonaro leva facada em ato de campanha em Minas Gerais

O candidato do PSL foi retirado por seguranças do local. O incidente ainda não foi esclarecido

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, foi retirado por seguranças do local onde fazia campanha, em Juiz de Fora, após ser atingido por uma facada.

Bolsonaro estava sendo carregado por apoiadores quando fez uma expressão de dor e foi retirado do local.

Segundo um major da Polícia Militar de Minas, o candidato foi alvo de uma facada. Uma fonte ligada ao candidato disse que o ferimento é superficial, e que Bolsonaro estava sendo atendido na Santa Casa de Juiz de Fora.

O deputado foi retirado do local às pressas, em um carro da PF. As circunstâncias completas do episódio ainda estão sendo apuradas. 

Um outro vídeo mostra o momento em que o candidato à Presidência é socorrido:

Eduardo Bolsonaro, filho do candidato, postou no Twitter sobre o que aconteceu e pediu orações.

Vídeo feito de um outro ângulo mostra momento do ataque:

De acordo com um dos filhos de Bolsonaro, o deputado estadual Flavio Bolsonaro, o ferimento foi superficial e o candidato passa bem. Em entrevista à GloboNews, ele afirmou que o pai levou seis pontos. A TV Globo apurou, no entanto, que Bolsonaro foi levado para a sala de cirurgia e será operado. Há suspeita de lesão no fígado e na alça intestinal.

A Polícia Federal prendeu o suspeito de ter esfaqueado o candidato Bolsonaro. Segundo a assessoria de Bolsonaro, o nome do agressor é Adelio Bispo de Oliveira. A PF vai instaurar investigação para apurar a agressão sofrida pelo candidato.

A PF é responsável pela segurança de Bolsonaro e acompanha o candidato em todas suas agendas. Questionada, a PF disse que retirou o candidato do local.

Flavio Bolsonaro, também filho do candidato à Presidência, postou no Twitter que o pai passa bem e que o ferimento foi apenas superficial.

 

 

Ver comentários