Notícia

No ES, Bolsonaro tem 34,6% das intenções de voto e permanece na frente

Levantamento do Instituto Futura com eleitores do Espírito Santo também mostrou crescimento de Fernando Haddad, que aparece na segunda colocação

Jair Bolsonaro, Fernando Haddad e Ciro Gomes disputam a Presidência da República
Jair Bolsonaro, Fernando Haddad e Ciro Gomes disputam a Presidência da República
Foto: Agência Brasil/PR Press-AE /Reprodução

O candidato Jair Bolsonaro (PSL) continua liderando as intenções de voto para a Presidência da República entre os eleitores capixabas. De acordo com a pesquisa do Instituto Futura, divulgada nesta segunda-feira (24), realizada a pedido da Rede Gazeta, se as eleições fossem hoje, o deputado federal alcançaria 34,6% dos votos, enquanto Fernando Haddad (PT) figuraria na segunda colocação, com 16,3%.

Este é o resultado do cenário estimulado, quando são apresentados os nomes dos candidatos aos entrevistados. Na terceira posição aparece Ciro Gomes (PDT), com 8,8%, seguido por Geraldo Alckmin (PSDB), com 6,5%, e Marina Silva, que caiu para a quinta colocação, com 4,1%. Brancos e nulos somam 13%, e os indecisos são 10%. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos.

Na sexta posição figura João Amoêdo (Novo), com 2,8%. Henrique Meirelles (MDB) tem 1,9% e Alvaro Dias (Podemos) alcança 0,8% das intenções de voto. Cabo Daciolo (Patriota) e João Goulart Filho (PPL) tem 0,4% cada um, enquanto Guilherme Boulos (PSOL) e Eymael (DC) aparece com 0,3% e Vera Lúcia (PSTU), 0,1%.

Em comparação com levantamento anterior, divulgado no dia 1º de setembro, Haddad foi quem mais cresceu, passando de 3,1% para 16,3%. Marina Silva despencou da segunda colocação, com 15,3% para 4,1%, enquanto Ciro e Alckmin se mantiveram nas mesmas posições. Já Bolsonaro cresceu 8,5 pontos percentuais. 

ESPONTÂNEA

Na pesquisa espontânea, sem apresentação dos nomes dos concorrentes, Bolsonaro também foi o mais citado, com 30,3% das intenções de voto. Fernando Haddad recebeu 12,1% das menções e Ciro Gomes 4,8%. Geraldo Alckmin tem 2,9%, João Amoêdo, 1,5%, Marina Silva, 1,4%, Henrique Meirelles, 1% e Alvaro Dias, 0,4%. Os demais candidatos não pontuaram.

Neste questionário, 26,8% afirmaram estar indecisos e 13,5% afirmaram votar branco ou nulo.

REJEIÇÃO

Os dois candidatos que estão à frente nas intenções de voto, Bolsonaro e Haddad, também lideram os níveis de rejeição entre os eleitores. Questionados sobre em quem não votariam em nenhuma hipótese, 33,9% indicaram Bolsonaro, e 30,5% mencionaram o petista. Na sequência vem Marina, com 20%, Ciro Gomes, com 13% e Geraldo Alckmin, 12,6%.

Meirelles foi citado por 7%, Eymael, por 6,4%, Daciolo e Boulos, por 6%, e Alvaro Dias por 5,8%. Vera Lúcia recebeu 5,3% de rejeição, João Goulart Filho, 5,1% e João Amoêdo, 5%. Outros 5% não rejeitam ninguém e 5,4% rejeitam todos.

A pesquisa Futura realizou 800 entrevistas entre os dias 20 e 21 de setembro de 2018, com confiabilidade de 95%. Ela está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número ES-00691/2018.

Ver comentários