Notícia

Norma Ayub tem candidatura liberada pela Justiça Eleitoral

Em 24 de agosto, a Procuradoria Regional Eleitoral havia impugnado o registro da deputada, que tenta a reeleição

Norma Ayub
Norma Ayub
Foto: Reprodução/Facebook

O registro de candidatura da deputada federal Norma Ayub (DEM), que havia sido contestado pelo Ministério Público Eleitoral, foi liberado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) na noite desta segunda-feira (10). A parlamentar disputa a reeleição.

A impugnação foi feita pelo Ministério Público por conta de uma condenação de Norma pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região, em 2015. Ela respondeu a uma ação de improbidade administrativa por realizar a obra e a posterior demolição de um quiosque, quando era prefeita de Itapemirim. Em 2016, quando concorreu ao cargo de prefeita novamente, o MP eleitoral também utilizou este argumento, mas ela também teve o registro concedido.

Embora tenha havido essa condenação, o TRE reconheceu, por maioria dos votos, que a condenação por improbidade não teria caracterizado enriquecimento ilícito, dolo ou má-fé. Por conta disso, a deputada não deve ficar inelegível.

Norma Ayub assumiu o mandato de deputada em 2016, no lugar do então deputado federal Max Filho (PSDB), que foi eleito prefeito de Vila Velha. Ela agora integra a coligação PDT, DEM, PSD, PSDB, PRP e PP.

Ver comentários