Notícia

Futura: Contarato tem 27,2% e Magno 24,2% na corrida ao Senado

Ricardo Ferraço e Marcos do Val aparecem em seguida em uma disputa embolada por duas vagas

Magno Malta e Fabiano Contarato
Magno Malta e Fabiano Contarato
Foto: Arte

O candidato da Rede, Fabiano Contarato, lidera a corrida para o Senado com 27,2% das intenções de voto, seguido por Magno Malta (PR) com 24,2%. Ricardo Ferraço (PSDB) tem 19,9% e Marcos do Val (PPS), 17,1%. Os dados são de pesquisa realizada pelo Instituto Futura a pedido da Rede Gazeta. Esses percentuais refletem apenas as projeções de votos válidos, ou seja, desconsiderando votos brancos, nulos e indecisos. Contarato e Magno estão tecnicamente empatados no limite da margem de erro, que é de 2,7 pontos percentuais, para mais ou para menos. Ferraço, por sua vez, ainda no extremo da margem, está empatado com o republicano. E o mesmo se pode dizer de Do Val em relação a Ferraço.

Subtenente Assis (PSL) tem 3,3%; Célia Tavares (PT), 2,8%; Mauro Ribeiro (PCB), 1,7%; Helder Carnielli (PTB), 1,1%; Rogério Bernardo (PMB), 1%; Ulisses Pincelli (Novo) 1% e Liu Katrine (PSOL), 0,7%. Este ano, são duas as vagas em disputa. Cada eleitor deve votar em dois nomes.

O recorte por votos válidos é aplicado na divulgação desta pesquisa, diferentemente das anteriores, porque é o que mais se aproxima do que é contabilizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a ser apurado neste domingo (07). Antes, a publicação não recorria aos votos válidos por ser mais alto o índice de indecisos, que tradicionalmente cai às vésperas da eleição.

Para avaliar o desempenho dos candidatos no decorrer da campanha, no entanto, temos que adotar o método anterior, que ainda inclui brancos, nulos e indecisos. Nesse cenário, estimulado, Contarato, por exemplo, lidera com 38,9%, um crescimento de 12,9 pontos percentuais em relação à pesquisa anterior, de setembro, quando ele aparecia com 26%. Em agosto, o redista tinha 9,4%.

Leia também

Já Magno Malta começou com 42,1%, em agosto, tinha 39,4% em setembro e agora tem 34,7%. Ferraço partiu com 38,9% em agosto, caiu para 33,3% e agora, 28,4%. Do Val tinha 8,1% em agosto, passou para 14,4% em setembro e atinge 24,5% às vésperas do pleito.

REJEIÇÃO

O candidato com maior rejeição é Magno Malta. Entre os entrevistados, 28,2% disseram que não votariam nele em nenhuma hipótese. Ferraço é o segundo mais rejeitado, com 17,4%. Célia Tavares tem 11,5% de rejeição; Marcos do Val, 6,9%; Mauro Ribeiro, Rogério Bernardo e Liu Katrine, têm, cada um, 6,4%; Ulisses Pincelli tem 6%; Contarato, 5,6%; Helder Carnielli, 5,4% e subtenente Assis é o menos rejeitado, com 5,3%.

O Instituto Futura foi a campo nos dias 5 e 6 de outubro e entrevistou 1,4 mil pessoas. A margem de erro é de 2,7 pontos percentuais para mais ou para menos. A confiabilidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número ES-008877/2018.

Ver comentários