Notícia

Animais silvestres retornam à natureza em Guaçuí

Entres os animais soltos estão pássaros de diversas espécies e jabotis

Quase 100 animais silvestres foram soltos no Parque Municipal Padre Ênio Fazolo dos Reis, em Guaçuí, na Região do Caparaó, na tarde desta quinta-feira (16). A ação fez parte do trabalho de educação ambiental da Secretaria de Meio Ambiente e foi acompanhada pelo biólogo e coordenador do Centro de Reintrodução de Animais Selvagens (Cereias), José da Penha Rodrigues, após escolha do local e parecer favorável do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Espírito Santo (Iema).

Dentre os animais silvestres que foram soltos estão trinca-ferros, sabiás, melros, jandaias, coleiros, canários, sanhaços, bigodinho, dentre outros, além de alguns jabotis. Todos os animais estão devidamente marcados por anilhas. Das 90 aves e quatro quelônios (jabotis) que foram devolvidos à natureza, consta um registro das informações, incluindo quantidade e sexo, onde tudo foi devidamente registrado pela Polícia Militar Ambiental.

Origem dos animais

A maioria dos animais recepcionados pelo centro são provenientes das ações de recolhimento dos órgãos de defesa do meio ambiente em todo o estado em situação ilegal ou até mesmo feridos. O coordenador do Cereias, José da Penha Rodrigues garantiu que os animais passam por uma rigorosa avaliação veterinária, são medicados, tratados e, após recuperação, passam por uma nova avaliação que vai dizer se estão aptos ou não para a reintrodução na natureza. 

Para o secretário de Meio Ambiente Roberto Martins, as aves soltas na natureza cumprem um papel ecológico muito importante. "Controlando a população de insetos em sua fase adulta ou larval. Atuam na polinização das flores garantindo a variabilidade genética de espécies vegetais, sendo que o desaparecimento de espécies de aves pode gerar um grande desequilíbrio ecológico, além da importante função de dispersão de sementes, onde muitas espécies de plantas têm suas sementes dispersadas por aves”, destacou.  

O Parque  

O Parque Natural Municipal Padre Ênio Fazolo dos Reis está localizado no sudoeste do município de Guaçuí, está inserido na Bacia Hidrográfica do Itabapoana, limitando-se ao sul com o reservatório da Usina Hidrelétrica de Rosal.  

A criação da Unidade de Conservação foi concretizada pelo Decreto 5.015/2004, com uma área de 0,347ha tendo como principal objetivo o desenvolvimento dos trabalhos de Educação Ambiental.  

A flora é constituída do Bioma Mata Atlântica composta pelo ecossistema Floresta Tropical Subperinifólia e Floresta Estacional Semidecidual, ecossistemas remanescentes de Mata Atlântica da Região do Caparaó.

A parceria entre a Semmam e o Cereias, localizado no município de Aracruz, proporcionou o importante trabalho de educação ambiental. Dentre os animais silvestres que foram soltos estão trinca-ferros, sabiás, melros, jandaias, coleiros, canários, sanhaços, bigodinho, dentre outros, além de alguns jabotis. Todos os animais estão devidamente marcados por anilhas. É importante frisar que das 90 aves e 04 quelônios (jabotis) que foram devolvidos à natureza, consta um registro das informações, incluindo quantidade e sexo, onde tudo foi devidamente registrado pela Polícia Militar Ambiental.

 

 

Ver comentários