Notícia

Repaginados, Sandero e Stepway ficam em categorias distintas

A principal novidade da série é que os modelos possuem agora o câmbio automático CVT

Bonne nouvelle! A Renault anunciou nessa semana as atualizações do Sandero, Stepway e Logan. A principal novidade da série é que os modelos possuem agora o câmbio automático CVT. Além disso, contam com algumas mudanças significativas no design e acréscimo de equipamentos. A partir de agora, Stepway segue carreira solo, sem carregar o nome do hatch, e assume a proposta de um SUV. E, para quem gosta de adrenalina, a novidade é a continuação do esportivo R.S. Os veículos custam a partir de R$ 46.990 para o Sandero, de R$ 61.190 para o Stepway e R$ 50.490 para o Logan. Já o R.S. sai por R$ 69.690.

Não há novidade em relação aos motores, já que são os mesmos desde 2016: 1.0 de três cilindros SCe (79/82 cv e 10,2/10,5 kgfm de torque) e o 1.6 SCe (115/118 cv e 16 kgfm e torque), ligados ao câmbio manual de cinco marchas, e o 1.6 com a opção de CVT com seis marchas. O R.S. possui o motor 2.0 aspirado de 145/150 cv e 20,2/20,9 kgfm de torque e câmbio manual de seis marchas, atinge a velocidade máxima de 202 km/h e vai de 0 a 100 km/h em apenas 8 segundos.

Leia também

Com modificações nos para-choques dianteiros, Sandero, Stepway e Logan ganham nova assinatura luminosa com luzes diurnas de LED, que possui o formato de “C” ao redor dos faróis. Os dois primeiros exibem novas lanternas traseiras de LED, com novo formato que se estende para a tampa do porta-malas.

SANDERO

Desde 2007, ano de lançamento do Sandero, o hatch mantém a fama de possuir amplo espaço interno, com o comprimento de 40,7 cm, entre-eixos de 2,59m e porta-malas de 320 litros, considerado o maior da categoria. Aparece nas versões: Life (com motor 1.0 SCe e câmbio manual, por R$ 46.990), Zen (com motor 1.0 SCe ou 1.6 SCe e câmbio manual ou CVT X-Tronic, de R$ 49.990 a R$ 62.990), Intense (com motor 1.6 SCe e câmbio CVT X-Tronic, por R$ 65.490).

A versão 1.6 Zen CVT que testamos em Campinas possui destaque no controle de estabilidade e de tração nas curvas, sendo 4 cm mais alta que os modelos anteriores. Também apresenta uma interação silenciosa do câmbio e do motor. Nos aclives, o Sandero não tem tanta agilidade, mas o controle de subida dá um amparo.

Hoje, o veículo concorre diretamente com versões automáticas de compactos como o Chevrolet Onix LTZ 1.4 (R$ 64,4 mil), Ford Ka 1.5 SE Plus (R$ 60,3 mil) e Hyundai HB20 Comfort Plus (R$ R$ 58.950).

As cores disponíveis para o Sandero 2020 são as novas azul (exclusiva do modelo) e cinza, além de branco, prata, preto e vermelho.

STEPWAY

Para entrar no segmento de SUVs, a versão aventureira de Stepway ganhou nova elevação, que facilita a condução do dia a dia e ângulo de ataque. Com altura de 18,5 cm do solo, o veículo é 4,5 cm mais alto que o Sandero com câmbio manual. A suspensão mais alta ajuda a encarar os desafios off-road nas versões, Zen, Intense e Iconic. Além de competir com o HB20X (R$ 67,6 mil), Chevrolet Onix Activ (R$ 67,8 mil) e Ford Ka Freestyle 1.5 (R$ 68,3 mil, o modelo passa a brigar com os SUVs de entrada, como Honda WR-V e Jeep Renegade.

Com apliques em cromado nos faróis de neblina e skis prateados, o modelo atual ganha a aparência mais robusta do que as anteriores. A nova versão recebe lanternas com tecnologia em LED, com máscara preta, e agrega uma assinatura luminosa exclusiva. Também possui novas rodas de 16 polegadas bíton diamantadas, na cor cinza. Na cabine, o revestimento de teto, volante e portas ganha novos materiais. A versão Iconic inclui bancos de couro e sensores de luz e chuva.

Além da cor exclusiva bege, o Stepway é oferecido nas cores cinza , branco, prata, preto e vermelho. O único opcional é a pintura branca ou metálica.

Jornalista viajou a convite da Renault

Ver comentários