Notícia

Segunda fase da Residência discute cortes na Educação

Evento contou com o reitor do Ifes, Jadir José Pela. Resultado com os aprovados sai no próximo dia 24

A segunda etapa do processo seletivo da Residência aconteceu na manhã desta segunda-feira (17) com o reitor do Ifes, Jadir José Pela.
A segunda etapa do processo seletivo da Residência aconteceu na manhã desta segunda-feira (17) com o reitor do Ifes, Jadir José Pela.
Foto: Caroline Mauri

Os candidatos que ainda estão na disputa pelas 12 vagas do Curso de Residência em Jornalismo da Rede Gazeta tiveram mais um desafio na manhã desta segunda-feira (17): escrever uma redação jornalística sobre a situação da Educação no Brasil. O evento contou com uma palestra do reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes), Jadir José Pela, que foi entrevistado pelos 61 participantes.

Na apresentação, o professor trouxe números e dados sobre a atuação da rede federal no Estado, que tem 21 campi em funcionamento e um polo de inovação oferecendo desde cursos técnicos até mestrados a aproximadamente 36 mil alunos.

Aprofundando no tema, Jadir José também falou sobre as consequências dos cortes de gastos na Educação anunciados pelo governo federal em abril deste ano e que motivaram uma série de manifestações pelo país. “Até o último repasse de verba foram gastos R$ 32 milhões. Temos seis meses e somente R$ 8 milhões para recursos. Não há a menor chance de tocar os nossos campi.”

> Curso de Residência atrai candidatos de 11 Estados do país

Para ele, o prejuízo é enorme em todos os aspectos – na formação, no ensino, na pesquisa, na extensão – e o apelo da população pode ser um fator decisivo. “Nós estamos mudando a realidade do nosso país por levar a educação profissional aonde universidades não chegam. O apoio da sociedade também é de extrema importância, pois eles entendem que o corte pode nos levar para vala.”

Foto: Kariny Christ

O tema atual fez sucesso entre os candidatos. “Achei muito bom, o formato e o conteúdo, principalmente por trazer um assunto de hoje a ser cobrado de jornalista. O reitor foi muito solícito ao atender as perguntas”, opinou o jornalista Vinícius Sant Anna, que veio de Viçosa (MG) para participar.

Quem também veio de longe fazer a prova foi a jornalista Ana Clara Morais, de Goiânia (GO). “Achei o processo seletivo muito legal porque mede todas as competências de forma justa. Espero participar e sair do curso com uma carga maior de conhecimento e de experiência por meio da vivência nas redações”, contou.

O questionário on-line na primeira fase contribuiu para a participação de muitos que não moram no Espírito Santo. “Gostei da oportunidade de fazer a prova sem precisar estar presente, pois mesmo tendo família no Estado, não sei se teria condições de me locomover até aqui por tantas vezes”, explicou o jornalista André Aguiar, também de Minas Gerais.

> Confira todas as novidades do Curso de Residência

Além da redação, os aspirantes a residentes também gravaram um vídeo curto, de no máximo um minuto, respondendo à pergunta “Por que você quer fazer a Residência?”.

O resultado desta segunda fase será divulgado na próxima segunda-feira (24), com publicação da lista dos selecionados para a terceira e última fase de entrevistas no site da Residência. Elas serão realizadas entre os dias 25 e 28 deste mês com quem continuar na disputa.

O resultado final de quem serão os futuros foquinhas será conhecido no dia 1º de julho e as aulas começam na semana seguinte, no dia 8. O programa recebe anualmente universitários que tenham se formado no ano anterior ou que estejam cursando o último período da faculdade, em qualquer curso superior.

> "O jornalismo dos tempos de Roberto Marinho pode estar com os dias contados", diz jornalista Leonencio Nossa

 

Ver comentários