Notícia

Chuva de pétalas em despedida para jornalista morto em Vitória

Antes de seguir para Angola, corpo de jornalista será velado no Memorial House, em Santa Lúcia, e contará com apresentação de violinista e chuva de pétalas

Luis Felgueira, jornalista angolano
Luis Felgueira, jornalista angolano
Foto: Arquivo pessoal

Uma cerimônia de despedida será realizada no próximo domingo (18) para homenagear o jornalista angolano Luis Felgueira, de 32 anos, que morreu após ser atropelado no Jardim Camburi, em Vitória, na última segunda-feira (12). A cerimônia será na Capital.

O grupo Primícias, responsável pelo cerimonial e especializado em repatriação, cedeu o espaço para a cerimônia de homenagem e doou parte do montante necessário para bancar o processo de repatriação do corpo de Luis para Angola, na África. O dinheiro foi angariado por meio de doações, por iniciativa de amigos e familiares da noiva do jornalista, Fernanda Samora.

Leia também

De acordo com Christian Marcos Pereira, diretor estratégico do grupo, está sendo preparada uma homenagem baseada nas memórias do angolano.

“Conversamos com a família da noiva, resgatamos detalhes da história do Luis e de suas memórias. Com essas informações, uma cerimonialista está preparando uma homenagem que será feita ao final da cerimônia”, adiantou.

Antecipando que será um momento de grande comoção, o diretor também adiantou que haverá uma apresentação de músicas tocadas em violino.

“Vai ser tocada a música favorita dele e, também, o hino da Angola, para homenagear a Associação de Angolanos que tem no Estado”, afirmou. Também está previsto na programação uma chuva de pétalas de rosa.

Ao final das homenagens, haverá um sepultamento simbólico. De lá, o corpo seguirá para o Rio de Janeiro na segunda-feira (19), e na quinta-feira (22) segue para Luanda, capital Angolana. O dinheiro arrecadado foi suficiente para que Fernanda e o primo José Roberto possam ir até a África.

Ver comentários