Notícia

Bombeiros: "Incêndio na Vila Rubim está totalmente controlado"

De acordo com o tenente-coronel Carlos Wagner, os próximos passos são a remoção dos escombros e a eliminação de pequenos focos de incêndio

Defesa Civil sobe com moradores do prédio vizinho para uma primeira vistoria após o incêndio na Vila Rubim
Defesa Civil sobe com moradores do prédio vizinho para uma primeira vistoria após o incêndio na Vila Rubim
Foto: José Carlos Schaeffer

O incêndio que atingiu o galpão de uma loja na Vila Rubim, na tarde de sexta-feira (20), está totalmente controlado, segundo informou o Corpo de Bombeiros. No entanto, ainda há muita fumaça. Nas primeiras horas deste sábado (21), o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil já se encontravam no local para retomar os trabalhos. Em entrevista coletiva na manhã de hoje, o tenente-coronel Carlos Wagner, do Corpo de Bombeiros, explicou quais serão os próximos passos, a liberação dos imóveis ao lado e quando os moradores vizinhos e e lojistas poderão retornar para suas residências e estabelecimentos. Veja os principais pontos da coletiva abaixo.

SITUAÇÃO ATUAL

> Dono de loja na Vila Rubim: "O consolo é que nenhuma vida foi perdida"

"O incêndio está totalmente controlado. Agora é o momento de fazer a remoção dos escombros e a eliminação de pequenos focos de incêndio. Há muita fumaça, isso é natural pela combustão, pela queima lenta do material combustível que ainda se encontra no interior do galpão sinistrado. Nós esperamos que, nas próximas horas, a gente consiga por completo dar o encerramento dos trabalhos naquela localidade".

USO DE MÁQUINAS

Tratores começam a trabalhar no Galpão
Tratores começam a trabalhar no Galpão
Foto: José Carlos Schaeffer

"É necessário porque não tem como fazer esse trabalho de forma manual. A máquina entra, faz a remoção dos escombros, as equipes do Corpo de Bombeiros então entram fazendo a extinção dos pequenos focos que ali se encontram".

> Ponto a ponto: o incêndio que destruiu loja e afetou casas e prédio

CERTIDÃO DE VISTORIA VENCIDA

"Primeiro, um incêndio começa a ser evitado quando o estabelecimento comercial busca regularizar a situação junto ao Corpo de Bombeiros, coisa que não aconteceu. A certidão de vistoria do estabelecimento estava vencida desde setembro de 2017. No segundo momento, o incêndio começou na parte dos fundos do galpão. A primeira equipe que chegou, 13 minutos após acionamento do Ciodes, fez todo o trabalho de combate naquele local e a proteção das residências que se encontravam aos fundos, justamente porque se não houvesse essa proteção, provavelmente cerca de 10 residências teriam também se incendiado. Após as equipes chegarem por completo ao local, foi feita a montagem de estabelecimento na parte de frente da loja e continuando os combates na parte do fundo. Ou seja, nenhuma edificação lateral, nenhuma edificação ao fundo veio sinistrar em virtude daquele incêndio. Isso em virtude também do trabalho de resfriamento desses imóveis e do trabalho de eliminação daquelas de chamas pelas equipes do Corpo de Bombeiros".

> Fotojornalismo: imagens do incêndio que destruiu loja na Vila Rubim

PREVISÃO DE CONCLUSÃO DOS TRABALHOS

"A gente espera que até hoje às 16 horas da tarde a gente tenha por completo o encerramento dos trabalhos de combate".

DURAÇÃO PROLONGADA DO FOGO

"Aquela edificação que tinha vários materiais de fácil combustão: couro, tecido, thinner, borracha, papelão, materiais que pegam fogo com facilidade. Os processos de transmissão do calor, a condução de um material para o outro fez com que o fogo se propagasse de uma forma muito rápida".

> Centro de Vitória já foi cenário de outros grandes incêndios

SOBRE O ALVARÁ VENDIDO, O PROPRIETÁRIO NOTIFICADO?

"A prefeitura municipal emite o alvará de funcionamento tendo como pré-requisito o alvará de vistoria do Corpo de Bombeiros. Então essa é uma pergunta que pode ser feita a prefeitura".

PERÍCIA

"Nós precisamos da área totalmente resfriada para que as pessoas possam entrar no interior do estabelecimento. A partir desse momento é feito todos os exames periciais e todo o trabalho por parte da coordenadoria municipal de Defesa Civil". 

PROCEDIMENTO NO PRÉDIO VIZINHO PARA EVITAR TRAGÉDIA

"Colocamos equipes fazendo o resfriamento da parede lateral que fica anexo ao galpão sinistrado de forma que o calor provocado pelas chamas não incidisse diretamente na parede. Tanto que conseguimos com êxito esse resfriamento, que não houve nem desprendimento de reboco por parte dessa parede lateral".

SE ISSO OCORRESSE< O QUE PODERIA ACONTECER?

"Poderia ocorrer um incêndio nesse prédio e rapidamente propagar para os prédios vizinhos. Então, poderia ter sido uma tragédia muito maior se não fosse os esforços que fizemos para manter as estruturas resfriadas durante todo o período que as chamas estavam bastante elevadas".

Ver comentários